Equoterapia


O que é equoterapia? A Equoterapia é um método terapêutico e educacional que utiliza o cavalo dentro de uma abordagem interdisciplinar, nas áreas de Saúde, Educação e Equitação, buscando o desenvolvimento biopsicosocial de pessoas portadoras de necessidades especiais. (ANDE-BRASIL, 1999, p.33). Por que o cavalo? O cavalo ao se deslocar ao passo impõe ao praticante um movimento doce, ritmado, repetitivo, simétrico e tridimensional (para frente /atrás, para os lados D.E. e para cima/ baixo), comparado com a ação da pelve humana ao andar. Cada passo completo do cavalo apresenta padrões semelhantes aos do caminhar humano: o homem, ao deslocar-se, inicia seu movimento por meio de perdas e retomadas de equilíbrio, dando seqüência ao seu deslocamento pela força muscular dos membros inferiores. O praticante da equoterapia é levado a acompanhar os movimentos do cavalo, tendo de manter o equilíbrio e a coordenação para movimentar simultaneamente o tronco, braços, ombros, cabeça e o restante do corpo, dentro de seus limites. Para manter-se em equilíbrio, o tônus muscular deve adaptar-se alternadamente ao tempo de repouso e de atividade, significa reconhecer uma atitude corporal pelo senso postural, depois reajustar sua posição. Com isso, ele é conduzido a melhor compreensão de seu esquema corporal. O efeito desse movimento tridimensional do dorso e pelo ritmo de seu passo, que tornam o cavalo um instrumento cinesioterapêutico (terapia de movimento). A esse movimento associa-se um quarto movimento: é uma torção da bacia do praticante da ordem de oito graus para cada lado. Considerando a posição sentada, com uma perna de cada lado do animal, a combinação da inflexão da coluna do cavalo com o abaixamento da anca do mesmo lodo faz com que o quadril do cavaleiro acompanhe a torção provocada pela linha das ancas. Em cada passo é executado um movimento de rotação do quadril para cada lado. O deslocamento da cintura pélvica produz vibrações nas regiões articulares que são transmitidas ao cérebro via medula, com a freqüência de 180 oscilações por minuto. O que já foi apontado como sendo a mais adequada à saúde. Além do passo o cavalo possui duas andaduras naturais: trote e galope; que também ajudam na reabilitação com fins educacionais e sociais. Objetivo geral Proporcionar, através de atendimento educacional especializado, o desenvolvimento pleno das potencialidades do educando com necessidades especiais como fatos de auto-realização, qualificação para o trabalho e integração social. Cada praticante apresenta um caso replica watches sale específico e por isso, é preciso formular um programa personalizado, organizado de acordo com as necessidades e potencialidades de cada praticante, respeitando suas limitações, visando à organização do esquema corporal, da orientação espacial, proporcionando um bom equilíbrio estrutural temporal, à auto-aceitação, integração social, além de facilitar sua convivência em grupo(escola, sociedade e família). As finalidades do programa e dos objetivos a serem alcançados terão sempre duas ênfases: Com intenções médicas e com técnicas rolex replica sale terapêuticas, visando à reabilitação e Com fins educacionais e/ ou sociais, visando à integração ou reintegração. Sendo assim, as áreas de aplicação da equoterapia são: Hipoterapia – Cavalo como instrumento cinésioterapeutico Hipoterapia oriunda da palavra Hippos: Cavalo O praticante não tem condições físicas e/ou mentais para se manter sozinho sobre o cavalo, são os casos das salas de Manutenção e Estimulação; Essencialmente da área de reabilitação com intenções médicas, dando ênfase as ações dos profissionais da área de Saúde.

caritas

Educação e Reeducação – Cavalo como instrumento pedagógico O praticante já apresenta condições de se manter sozinho sobre o cavalo e já consegue interagir com o animal.
O cavalo continua proporcionando benefícios pelo rolex replica seu movimento tridimensional e multidirecional, mas agora o praticante passa a interagir com mais intensidade.
Os exercícios realizados nesse momento são na área reabilitativa com enfâse na área educativa.
Neste programa encontramos nossa maior clientela, salas de D.A, D.V.
e Ed. Infantil.

caritas

Pré-Esportivo – Cavalo como promotor da realidade social
O praticante apresenta boas condições para atuar e conduzir o cavalo, podendo participar de exercícios específicos de hipismo.
Passa a exercer maior influência sobre o cavalo, chegando até ao trote.
A profissional de equitação tem ação mais efetiva, mas com acompanhamento e orientação da equipe técnica.
São trabalhados alunos de Pré-oficina , Oficina , EJA e Ensino Fundamental.


caritas

Objetivos específicos

Os praticantes deverão obter sua melhora de acordo com suas dificuldade, tornando-se aptos a participar e executar com maior facilidade as tarefas que lhes são impostas. Objetiva os benefícios físicos, psíquicos, educacionais e sociais de cada praticante.
Demonstrar equilíbrio.
Estimular bom comportamento.
Desenvolver o espírito de participação e cooperação.
Aceitar as próprias limitações e as dos colegas.
Aumentar a coordenação motora.
Melhor postura.
Adequar o fortalecimento muscular – relaxamento ou aumento do tônus.
Alongamento e flexibilidade muscular.
Dissociar movimentos.
Melhorar nos padrões anormais através da quebra de padrões patológicos.
Obter consciência corporal: Esquema e imagem corporal.
Melhor a respiração e a circulação.
Integrar os sentidos.
Melhorar funções intelectivas (cognição).
Atender às solicitações da professora.
Aumentar as condições de fala e linguagem.
Melhor apetite, digestão e deglutição.
Mostrar-se freqüente e atencioso às aulas.
Demonstrar fadiga.
Obter ganhos para as Atividades da Vida Diária ( A.V.D.).
Diminuir a Agressividade.
Demonstrar afeto.
Identificar as diferentes partes de seu corpo e do animal.
Levantar hipóteses sobre fenômenos naturais.
Discriminar e comparar os elementos do meio que o cerca.
Compreender e relacionar as características da paisagem local.
Observar, registrar e comunicar diferenças e semelhanças entre diversos ambientes.
Organizar autonomamente alguns jogos que envolvam solução de problemas.
Construir o significado de números a partir de seus diferentes usos.
Diferenciar situações de esforço aeróbico , anaeróbico e repouso.
Analisar semelhanças e diferenças entre diversos ambientes.
Coletar dados para um jogo de palavras.
Expressar-se oralmente e com correção e clareza.
Identificar propriedades comuns entre os objetos.
Demonstrar coordenação nas atividades naturais e nas que envolvem trabalho com os músculos.
Aceitar e demonstrar atitudes de carinho.
Adotar atitudes de solidariedade e cooperação.
Demonstrar auto-percepção: ajudar e ser ajudado.
Aceitar as exigências do próprio indivíduo às necessidades do grupo.
Mostrar-se freqüente e atencioso às aulas.
Desenvolver interesse entre si em aprender mais sobre animais (cavalo) e como cuidar deles, despertando respeito e amor aos animais.
Aumentar a auto confiança.
Proporcionar auto estima.
Valorizar hábitos de cuidados com a própria saúde e o bem-estar.
Estimular o interesse no mundo exterior.
Relacionar praticante / cavalo.
Relacionar praticante / terapeuta.
Adquirir confiança.
Desenvolver espírito de decisão.

Avaliação Psicopedagógica

A avaliação é contínua realizada no decorrer das atividades com a observação direta do desempenho do aluno e pela Ficha de Acompanhamento Evolutivo realizado no final de cada semestre, seguindo o seguinte critério:
A: Executa corretamente
B: Executa com auxilio verbal
C: Executa com auxilio Físico
D: Apenas inicia
E: Executa inadequadamente
F: Não executa
Como acontecem as sessões
As sessões são na própria Escola, em horário de aula , com atendimento individual, uma vez por semana com duração média de 25 minutos cada. O rodízio de praticantes é de dois em dois anos podendo ser alterações no decorre do ano letivo.

Ambiente
As características do local e a posição do cavaleiro sobre o cavalo favorecem melhor noção espacial, acústica e cinestésica (sentido que proporciona a percepção dos movimentos). Tais condições ambientais, bem como os estímulos ali apresentados, propiciam o desabrochar de potencialidades relacionadas ao rítimo da aprendizagem e das possibilidades psicomotoras transmitidas ao cérebro, via medula, estimulando o sistema nervoso simpático.

Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/www.escolacaritas.com.br

Nosso endereço

Rua Riachuelo, nº 200
Bairro: Jardim Nova Belmont
São José do Rio Pardo – Cep: 13720.000 - SP