Assistência Social Cáritas

SERVIÇO SOCIAL

A Escola Cáritas possui um trabalho direcionado a socialização do aluno/indivíduo com o meio onde vive, a Assistência Social tem como atividade principal o Serviço de Proteção Social Especial para as Pessoas com Deficiência e suas Famílias, e tem por finalidade a promoção da autonomia, inclusão social e melhoria da qualidade de vida, buscando a complementaridade das ações com a política de saúde, educação e a política da pessoa com deficiência intelectual e/ou múltipla, Autismo e Defesa e Garantia de Direitos Sociais da pessoa com deficiência e suas famílias em situação de vulnerabilidade e risco social.

GRUPO DE PAIS

Proporcionar momentos de discussão, responsabilização no desempenho de diversos papéis na família, bem como as relações interpessoais, socialização, resgatando a autoestima, a participação na vida comunitária para a superação das dificuldades. Promover e articular ações de defesa, de direitos, prevenção, orientação, prestação de serviços e apoio às famílias.
O projeto funciona a cada quinze dias.

CENTRO DE CONVIVÊNCIA

 Atende jovens e adultos com deficiência acima de 30 anos que não têm autonomia e dependem de outras pessoas para auxiliar nos cuidados. As famílias dessas pessoas também são acompanhadas, são desenvolvidas atividades que permitam a convivência em grupo; cuidados pessoais; fortalecimento das relações sociais; apoio e orientação aos cuidadores familiares; acesso a outros serviços e a tecnologias que proporcionam autonomia e convivência.
Ofertando a atenção integral à pessoa com deficiência em situação de dependência durante o dia e, ao mesmo tempo, serve de apoio às famílias e aos cuidadores familiares na diminuição do estresse decorrente dos cuidados prolongados na família. É, portanto, uma alternativa coletiva de cuidados pessoais, complementar aos cuidados das famílias.

DEFESA E GARANTIA DE DIREITO

As ações de Defesa e Garantia de direitos são realizadas diante da violação de direitos identificadas. Estas ações perpassam todos os serviços propostos, pois são oferecidas numa perspectiva de defesa e garantia dos direitos sociais. Este trabalho é articulado com a rede de serviços do município, Conselho Tutelar, OAB, CREAS, Defensoria Pública e Sistema de Garantia de Direitos, além da participação de representantes da entidade nos Conselhos Municipais.